contrate

Lucas Rocha

(31) 8399-5990 | (31) 8399-5990

Contrapeso

Léo Sommerlatte e Lucas Rocha

Como se porta
Não importa

O que se espera
Ou o que querem de nós

O que te cabe
Você sabe

O que se espera
Ou o que eles vão impor a nós

Dizem que nunca vai funcionar
Que talvez não valha a pena nem tentar mais
Você sonha demais
Mas eu não volto atrás

Cada um sabe onde deve ir
Mas nem todos tem coragem para insistir

Não se preocupe, ainda é cedo
Eu vou sem medo de cair
A sorte é meu contrapeso
E nada, nada importa mais!

Como se porta
Não importa

O que espero
É o acaso a favor

Pouco se sabe
Nunca é tarde

Conto os meus dias
E guardo só quando são bons

Poucos são os que vão dividir
Multiplique o seu melhor pra si
Pra tentar mais
Nunca é demais
Vou até o fim!

Busco algo além do normal
Mesmo sem saber ao certo
Qual é o final

Não se preocupe, ainda é cedo
Eu vou sem medo de cair
A sorte é meu contrapeso
Mas não vou me iludir
Não se preocupe, ainda é cedo
Eu vou sem medo de cair
A sorte é meu contrapeso
E nada, nada importa mais

Desde sempre
Desde cedo
Desencontre
Esse apego

Desse medo
Desse ontem
Descomplica
Desse peso

Mesmo sendo
O mesmo homem
Vejo hoje
O horizonte

Desapego
Reencontro
Recomeço assim

Não se preocupe, ainda é cedo
Eu vou sem medo de cair
A sorte é meu contrapeso
Mas não vou me iludir
Não se preocupe, ainda é cedo
Eu vou sem medo de cair
A sorte é meu contrapeso
E nada, nada importa mais

clipes (13)

comentário (0)