DeimosO SANGUE E O PODER1.058 plays
Publicidadeiniciando próxima música em Pular anúncio
Publicidade
Publicidade
pular anúncio
1 / 5

O SANGUE E O PODER

DEIMOS

Sinais eclodem no vale dos reis
Impérios caem sob clavas de marfim
As trompas soam e invocam os seus deuses
Batalhas rugem a poesia do fim

Em caminhos insanos
Das chamas sem cor
O brado da voz ,o canto vingador
A passos incautos
O medo e o terror
Os cinco destinos provam seu valor

Sois os filhos que clamam vitória
E sois os que forjam a sina dos reis
Espadas entoam o som do apogeu
Heavy metal o sangue e o poder

Os cinco soam as trombetas bestiais
Corpos encobrem a terra e o céu
Filhos de marte , guerreiros imortais
Servos eternos do sangue e do metal

Em caminhos insanos
Das chamas sem cor
O brado da voz ,o canto vingador
A passos incautos
O medo e o terror
Os cinco destinos provam seu valor

Sois os filhos que clamam vitória
E sois os que forjam a sina dos reis
Espadas entoam o som do apogeu
Heavy metal o sangue e o poder

Músicas mais acessadas

Fotos (10)

Release


Em 1999, remanescentes de algumas bandas da cidade de Diadema (região do ABCD paulista) resolveram se juntar e montaram a banda ?Zero Grau?, juntando influências de vários estilos do Rock and Roll em músicas com letras em português. Com o desenvolvimento da banda e de suas composições, os integrantes perceberam que suas músicas estavam ficando cada vez menos simples e mais pesadas. Trilhavam o caminho do Heavy Metal, mas mantendo as letras em português. Com esse direcionamento na cabeça, resolveram mudar o nome da banda. ?Zero Grau? não era um nome muito apropriado ao Heavy Metal, parecia mais nome de banda de forró!!! ? reclamavam. Partiram atrás de um nome mais apropriado e foi numa velha enciclopédia que o baixista Everton encontrou o nome. DEIMOS, além de ser uma das luas ...

Continuar lendo>>