Dado Villa-Lobosconexão amazônica40.347 plays
Publicidadeiniciando próxima música em Pular anúncio
Publicidade
Publicidade
pular anúncio
1 / 12

Contrate

Rafael Borges

(21) 8111-5522 | (21) 3079-1510

quase nada

Dado Villa-Lobos / Humberto Effe

Tanta coisa simples
Mas a gente nâo
Vejo bem do alto
Asa do avião

Ritmos e cores
Bem à vontade diante de mim
Lábio e ritmo negro
Que samba cançâo

Os lugares são simples
Paisagens tão belas
Mas dentro delas nao há nem eu
Sem ela

O mundo não parece mais que um chão
Seria um chão se eu vivesse um pouco melhor
Só vendo a paisagem
Só vendo a beleza passando ao redor

Os lugares são simples
Paisagens tão belas
Mas dentro delas nao há nem eu
Sem ela

Toda esperança tem um fio muito curto
Quando perco metade parece quase tudo
Quase tudo, quase tudo
Que tenho pego como a areia pega a mão
E quando fica alguma coisa é quase bom
Melhor que um dia atrás do outro sem ilusão

Os lugares são simples
Paisagens tão belas
Mas dentro delas nao há nem eu
Sem ela

Músicas mais acessadas

Fotos (19)

Clipes (3)

Release


RELEASE: ?DADO VILLA-LOBOS MTV APRESENTA JARDIM DE CACTUS?

Lance de Dado = Arthur Dapieve

Para falar de ?Jardim de cactus?, primeiro álbum solo de Dado Villa-Lobos, preciso antes confessar um arrependimento em relação ao livro ?BRock ? O rock brasileiro dos anos 80?. Se tivesse de bolar o título hoje, e não dez anos atrás, quando ele foi publicado, trocaria a contração ?dos? pela contração ?nos?. Repare só. ?Rock brasileiro nos anos 80? soa transitório, bem menos restritivo. O definitivo ?dos? encarcera uma geração de músicos extremamente talentosos no passado, como se eles não tivessem feito nada de importante ou diferente desde então, como se eles se confundissem com os contemporâneos menos talentosos, que vivem do passado, graças a um saudosismo estéril em torno dos anos 80.

Este ?Jardim de cactus?, portanto ...

Continuar lendo>>