Caixeiros ViajantesCapitão Arlindo537 plays
Publicidadeiniciando próxima música em Pular anúncio
Publicidade
Publicidade
pular anúncio
Iniciando música ~ em
    1 / 3

    Contrate

    Músicas mais acessadas

    Fotos (1)

    Release

    Há um longo tempo sentia que as manhãs nasciam caladas
    Que o respeito aos meus sentimentos jaziam ao operar ferramentas erradas
    Não era a falta de amor que me aturdia, mas sim o excesso
    Padeci por entre os véus da noite mal dormida, pelas sendas da escuridão
    Estava sempre sedento do líquido a me completar
    Uma tarde deitei o ouvido em meu peito
    Ouvi o que tocava meu coração
    Arrombei as portas do que me era sem sentido
    E delicadamente fugindo de farpas e fogos a atingir o teu leito
    Tornei-me um Caixeiro Viajante