Deborah

Fagner P. S. Sustenido

A luz dos teus olhos é o que eu vou seguir
Sem escrever histórias, quero colorir
Eu me nego a aceitar
Que eu me entrego sem pensar

O brilho do sorriso vou admitir
Que ele é o mais lindo e sincero que eu já vi
Sem mistérios pra falar
Eu te quero, vem me amar

Vou fechar os meus olhos e vou enxergar você
Eu te amo, eu não sei explicar
Que eu te amo, como vou te provar?
Vou pegar meu violão e vou tocar pra você

A menina simples e muito virtuosa
De sorriso fácil e que não curte rosa
Só se for a cor, ama seus cachorros
Sua família é tudo, tem seu próprio gosto

Que sai pra balada e também pro parque
Que degusta vinho e um livro a tarde
Ela exala amor, ela é a guerreira
Que você sonhou sua vida inteira

Eu vou fechar os meus olhos e vou enxergar você
Eu te amo, eu não sei explicar
Eu te amo, como vou te provar?

Que eu te amo, te adoro, te amo e não sei explicar
Eu te amo, como vou te provar?
Eu vou pegar meu violão e vou tocar só pra você

Músicas mais acessadas

Agenda de shows

Álbuns e Singles/EPs  (7)

Fotos (13)

Clipes (3)

Release

Trecho da Biografia da Banda Fá Sustenido no website oficial

…Todo adolescente que curte rock sonha em tocar em uma banda, e nós não éramos diferentes.

Mas então surgiu um problema… não tinhamos instrumentos, nem aparelhagem nenhuma. Eram quatro violões.

E, devolta aquele dia pacato, na brincadeira de escolher o nome da banda, nada parecia se encaixar.

Pensamos em algo músical, um diminuto talvez…

aí eu pensei e o Felipe falou, simultaneamente : Fá Sustenido!

Isso por causa do F no início dos nossos nomes, tanto que o Everton nunca concordou e o Sandalo nem ligou, ele não ia ficar na banda mesmo…