Amar, Queimar de Novo

Fagner P. S. Sustenido

Um navio vai partir agora, carregando os meus sonhos bons; A esperança que me resta já não emite nenhum som

E eu fico a esperar aqui, por alguém que me faça sorrir; Algo que vença esse inverno ou um chão para eu dormir

Tá frio, tá triste esperar As cenas insistem em repassar Um rio resiste a terra que quer te enterrrar

e eu não sei até quando vai aguentar, amar, queimar de novo

Agora ancora aqui perto um destino de ilusões, um vestígio da saudade que inundou os nossos corações

A chuva que cai na janela, me jogue ao mar por favor por que eu não quero ficar aqui sozinho sem o carinho de um amor

Tá frio, tá triste esperar As cenas insistem em repassar Um rio resiste a terra que quer te enterrrar

e eu não sei até quando vai aguentar, amar, queimar de novo

Músicas mais acessadas

Agenda de shows

Álbuns e Singles/EPs  (7)

Fotos (13)

Clipes (3)

Release

Trecho da Biografia da Banda Fá Sustenido no website oficial

…Todo adolescente que curte rock sonha em tocar em uma banda, e nós não éramos diferentes.

Mas então surgiu um problema… não tinhamos instrumentos, nem aparelhagem nenhuma. Eram quatro violões.

E, devolta aquele dia pacato, na brincadeira de escolher o nome da banda, nada parecia se encaixar.

Pensamos em algo músical, um diminuto talvez…

aí eu pensei e o Felipe falou, simultaneamente : Fá Sustenido!

Isso por causa do F no início dos nossos nomes, tanto que o Everton nunca concordou e o Sandalo nem ligou, ele não ia ficar na banda mesmo…