CurimbaTem Brasileiro51.494 plays
Publicidadeiniciando próxima música em Pular anúncio
Publicidade
Publicidade
pular anúncio
1 / 12

Contrate

Ed Vieira

(67) 9255-8456 | (67) 8408-0829

Integrantes

  • Adrian Okumoto Backing Vocal
  • Da Carvalho Cavaquinho
  • Lean kominato Backing Vocal
  • Japão Bateria
  • Renan Okumoto Backing Vocal
  • Shiká Bateria

Release

Transamba-pós-sobá! Tacafogo Jacaré! Sambaloco no Campão. Eai? O grupo Curimba produz seu próprio vocabulário e uma linguagem audiovisual criativa para fazer a sua música chegar cada vez mais longe. A estratégia tem dado certo. A banda já é a principal representante da nova geração de músicos de Mato Grosso do Sul. O sexteto vem desde 2008 conquistando cada vez mais fãs. A formação do grupo é original. Cinco dos seis integrantes são descendentes de japoneses. O resultado é uma performance empolgante e uma sonoridade regada a rock, samba, funk, rap, pop, hip hop.
O Curimba ainda se apresentou para um público de 30 mil pessoas no projeto ?MS Canta Brasil?, em Campo Grande, em dobradinha com o compositor Lenine. O show foi o ponto alto na carreira dos jovens músicos. Mesmo não sendo a atração principal, a banda conseguiu empolgar a platéia, que cantou a maioria das músicas, como mostra um dos vídeos produzidos por Leo Coutinho, videomaker parceiro do grupo. Em maio de 2010, os fãs comandaram uma campanha no Twitter que levou o grupo a vencer o concurso ?Banda Afinada?, promovido pelo ?Afinando a Língua?, apresentado por Tony Bellotto no Canal Futura. Participaram do concurso cerca de 200 bandas de todo o Brasil. ?O Curimba tem um som original. Ficamos centrados no eixo Rio e São Paulo e não sacamos que acontecem coisas criativas no Brasil inteiro. O grupo tem uma linguagem que mistura referências estrangeiras, de rock e rap, mas com uma pegada brasileira muito particular?, descreveu Bellotto.

Influências

Tim Maia, Martinho da Vila, Chico Buarque, Carlinhos Brow, Pedro Luis e a Parede, Ray Charles, Jamiroquai, Black Eye Peas, Sergio Mendes, Michael Jackson, e por ai vai!