Pedras Palavras

Michel de Moura

Descendo a rua pela mão direita
Em cada casa popular, lança o seu olhar
E com sua mira quase perfeita
Transforma em pedra o que enxergar
Uma mulher ontem perdeu a cabeça
E caminha agora por todo lugar
Nas mãos de um jovem simpático, educado, inteligente
Obcecado em tornar
O peito em pedra
O verbo em pedra
Transformar
Abraço em pedra
Sorriso em pedra
Construir
Concreto armado
Um muro em cada
Esquina
E cada prédio
Respira
(Uma chacina)
Pedras-palavras
Pétalas-granadas
Um muro de vergonha entre nós
Meu coração porém
Pedra sabão e vai
Transfigurar em panela
E transborda
Feito água quente
Tanto bate até que fura
Basta eu esquentar
Água quente em pedra dura
Moléculas ferventes, agitadas, revolucionárias!

Músicas mais acessadas

Álbuns e Singles/EPs  (2)

Fotos (4)

Clipes (25)

Release

A banda NÃ acaba de lançar seu segundo trabalho “Antes que só umquase”, nas principais plataformas de streaming. O disco foi produzido pelo próprio grupo e gravado, mixado e masterizado por Fernando Sanches e Eric Yoshino no Estúdio El Rocha, em São Paulo. Mais dançante, mas sem perder o tom afiado das letras, o álbum conta com participações de Alessandra Leão, Maurício Takara e Valério.

As referências sonoras múltiplas alinhadas a coros polifônicos, improvisações e textos filosóficos presentes em Farpa, primeiro álbum da banda, permanecem no novo trabalho, porém os músicos consideram “Antes que só um quase” um disco mais alinhado à ideia de “canção”, feito no calor das horas dos até então improváveis retrocessos sofridos no campo da política e da cultura. Carrega, assim, as dúvidas e incertezas inerentes ...

Continuar lendo>>