No forró pe-de-serra

Thiago Almeida/ Felipe Almeida/ Amanda Moury

Quando eu chego no forró pé-de-serra
A mulherada fica doida pra dançar
O sanfoneiro arrocha o miudinho
E a gente no escurinho passa a noite a dançar

A cabroeira fica logo invocada
Só de saber que eu estou pra chegar
E a mulherada fica logo assanhada
Doidinha que eu chegue pra pder se aproveitar

Refrão:
Êo, é o forró pé-de-serra
Que deixa a gente tudo doido pra dançar
O sanfoneiro arrocha o miudinho
E a gente no escurinho pasa a noite a dançar

Esse forró agora tá pergando fogo
Eu toco e canto até o sol raiar
No agarradinho, no miudinho, no escurinho
E é desse jeito queeu vou me acabar

Músicas mais acessadas

Fotos (20)

Release

Forró Balaio de Cheiro

Crescidos em meio à cultura interiorana nordestina, três jovens nascidos em Recife iniciam, em 2022, a história do Balaio de Cheiro. No início era apenas um trio pé de serra com um nome curioso: Dois com Fome e Um com Sede.
Com um repertório formado por grandes nomes da nossa cultura como Luiz Gonzaga, Jackson do Pandeiro, Trio Nordestino, Maciel Melo, Petrúcio Amorim, entre outros, o grupo começou a sua trajetória e foi logo conquistando o público no balanço contagiante do forró.
Buscando sempre a qualidade da sua música, inovou nas cordas e na percussão: foram somados ao tradicional trio os arranjos de guitarra, contrabaixo e bateria. Assim, em 2006, surge o Balaio de Cheiro, título que homenageia o grande poeta Xico Bizerra, em sua música ...

Continuar lendo>>