Coragem

Daniel Valadão

Quando esgotam-se as palavras
E o que resta é o beijo
Eu não a beijei, resguardei
A mim, e a ela
Sentinela não me deixou andar
Além daquilo que andei

Os momentos eram diferentes
Mas eu crente, mentalizei
Nossos caminhos frente a frente
Um romance idealizei

Bobagem!
O acaso é forte
A vida, ah, essa me passou um trote
E a sorte, que eu tanto esperava, mancava
E não chegou a tempo de evitar a dor do corte

Mas o corte cicatriza
Fertiliza a amizade
Pra mais tarde, quem sabe
Depois de ela passar dessa fase
Poder então nascer um grande amor
Um amor! Um amor de verdade!

Coragem!
A vontade é forte!
A vida? Ahh, hoje me sopra não morde
E a sorte, que eu tanto esperava?
Brilhava uma luz no fim do túnel, uma luz de chegada!

Músicas mais acessadas

Álbuns e Singles/EPs  (3)

Fotos (11)

Clipes (8)

Release

Nos anos 90 estudamos juntos no Ensino Médio e tínhamos as mesmas afinidades musicais: as bandas de Rock dos anos 80. Formamos a nossa primeira banda naquela época com o nome de "100 Razões".

19 anos depois, dois integrantes daquela banda do Colégio se reencontraram com bastante material autoral acumulado ao longo destes anos.

Foi aí que surgiu a ideia de deixar registrado esse material autoral em estúdio e formar a Anima Mea, que é um projeto de Rock Autoral.

Não nos consideramos efetivamente uma banda, pois não fazemos concertos e moramos em cidades distintas. Porém com a ajuda da tecnologia, estamos gravando nosso primeiro Álbum com 14 faixas: "Pecado Austral". 

Este Álbum é 100% autoral, com letras escritas com bastante zelo e revela quase que explicitamente as nossas influências ...

Continuar lendo>>