Anacleto Sem Nome Sem FamaSem Nome Sem Fama2.442 plays
Publicidadeiniciando próxima música em Pular anúncio
Publicidade
Publicidade
pular anúncio
1 / 8

Sem Nome Sem Fama

Manoel AugustoTeixeira

Será que um dia desses a gente
Vai poder correr na praça novamente
Sem medo de morrer sem medo de
Perder os dentes

Será que um dia desses vai passar
Na televisão mais do que aquelas bundas
Estonteantes que estão virando
Um produto de exportação

Será que eu pago aluguél ou faço mercado
Se eu como eu não moro, seu eu moro eu não como
Acho melhor tomar uma
Pra me ajudar na decisão

Ainda tem gente falando que o fim do mundo está perto
Eu acho que não pode haver fim do mundo maior
Do que tudo que o pobre passa
Desde que o mundo é mundo

Mas amanhã será outro dia
E no amor
Eu ainda tenho alegria

Porque mesmo sem carro e sem grana
Sem nome sem fama ela ainda me ama
E quer ficar comigo, que alívio
Nesse mundo cão, nem tudo está perdido

Músicas mais acessadas

Fotos (5)

Release

RELEASE


O cantor e compositor ANACLETO SEM NOME SEM FAMA, iniciou sua carreira nos anos 70 tocando e cantando em sua primeira banda chamada Bizarro.

Logo depois participou de vários festivais da música popular brasileira, como: FAMP, FEIROCA, entre outros e atuou em várias casas noturnas da região do ABC.

Em 1986, participou como guitarrista no espetáculo Teatral "Baile no Castelo".

Em 1990, lançou um trabalho regional sertanejo com o amigo e parceiro Augusto Maia, formando a dupla GABRIEL & GUTO MAIA, dupla atuante em shows, contratados pela Companhia Circense e eventos rurais.


Em 1992, contratado pela Gravadora JWC, gravou um vinil em dupla com outro parceiro com o título: “ROBERTO & RENATO – Os Filhos da Terra, participando de vários eventos.

Em 1998, gravou um trabalho ...

Continuar lendo>>