Alex AlvesSampa City - Alex MiLL-P87.071 plays
Publicidadeiniciando próxima música em Pular anúncio
Publicidade
Publicidade
pular anúncio
1 / 7

Sampa City - Alex MiLL-P

Alex alves dos Anjos (NElly Mill-P)

Sampa City
Alex Alves (Mill-P)

São Paulo...
Aqui é minha casa, minha área, meu lugar
Preciso te falar,
FR e JA

Selva petrificada, roteiro desconhecido
Cenário São Paulo, mocinho ou bandido
Filme real, cena dura, história brutal
Com uma pitada de romance no sabor ideal
Minha visão só enxerga o mundo obstrato
Em forma de desenho como num luxuoso quadro
No meio de tantos retratos
Que pintam minha vida toda em reprise e homenagem
Pura bobagem...
Olha o charlatão, quanto patife passando por mim irmão
Com a cara não vou sua cara não. Com a cara não vou sua cara não.
Aqui não é ?Townsville?, ?Malibu?, ou ?Beverly Hills?
Pra super poderosas, milionário, e patricinha
Aqui é ?Franco? não é ?Gotham? nem ?New York City?
?São Paulo? precisa de um herói que não existe.
Ando livre a pampa, firmão estou em Sampa
Somando na cultura, na cidade que fatura
Lado oeste que investe, insiste e prevalece
No tráfico, e em extorsão em cima de trabalhador
Sem segurança estadual, federal nacional
Só aquela da cintura, segurança pessoal


FR sem lei, eu sei bem eu sei bem
Que em terra de cego que tem olho é rei
Pra policia acomodada e governo que não faz nada
A propina já faz parte da estrada
Tipo torcida organizada de canto e farra combinada
Enquanto o gueto faz o império da negrada
É só festa e mais nada
Pequena, média, e grande empresa montada
Mais um patrão maquinado de mulher e carrão
Aqui não tem super herói
São Paulo interior,
FR e JA é sem massagem nego.

São Paulo...
Aqui é minha casa, minha área, meu lugar
Preciso te falar, FR e JÁ...

Planeta espaço rap, verifica a sintonia
O som está de volta, acelera na avenida
Descarta o meloso, talárico e putaria
Aquela musica do Paraguai falsificada
?A nossa prima?
Urbaniza
Atrasa o cd e Põe a fita
Rebobina
O verdadeiro som de drão
De preto original mundial brilha em São Paulo
POP HIP HOP RAP super potência


Quem é quem é quem? Sabe e rima na freqüência
Sempre no bom censo e competência
Por si e pelo o outro, um por todos e todos por um
Zum, zum, zum... Zum, zum, zum...
?Na dor de uma lagrima?, ?vários malucos só?
?Rap do bom?, RZO ?o trem?
-Roupas BIG tal, os manos e as minas
Religião TUPAC... Foi aqui que eu vivi, foi aqui que eu cresci...
JA (Jaraguá), (São Paulo) SP, (Zona Oeste) Z/O, ou Franco da Rocha
O ritmo contamina os manos e as minas
O som está nas bocas, becos e esquinas
Eu mando a rima meto a marra e a melodia é boa
Base instrumental digital eletrônica
Pra não deixar a cultura preciosa do negro morrer
De conquista, evolução, e luta
Original Funk, Flash Back, Samba Rock
Fusão!
Veio o Rap? Com Break, os grafites e os scratch´s
Bombeta aba reta pros moleques,
Shortinho Bad Boy pras minas, não esquece...
Skate, pixador, banca e quadrilha
Linha, corredor, função, e família
Apelido, alopração, telhado da escola
Pular muro pra jogar bola
Befama, hoje não cola.
Os rachas no antigo retão
Fut no antigo campão
Pipa no antigo morrão


Gíria, dialeto, malandragem antiga
Vulgo: humildade e disciplina
Respeito e conceito nesta grande metrópole
É o que há da periferia ao bairro nobre
E no silencio quem não fala grita mais alto
E vê quem pode, e vê quem é
Veste o manto do São Paulo Tricolor
Oh Oh Oh
Rogério Cení, Luís Fabiano
Palmeiras, Corinthians, e Santos
Grandes clubes do futebol brasileiro
Irmão esse é meu mundo
Jão mas eu não me iludo
Deus é o meu escudo
Em São Paulo FR e JA
Minha casa meu lugar, preciso te falar:
- FR e JA...

São Paulo...
Aqui é minha casa, minha área, meu lugar
Preciso te falar, FR e JÁ...

Músicas mais acessadas

Fotos (1)

Release

Cantor (rapper), compositor, e poeta literário…
Um menino brincando de ser adulto.
Um nerd diferente, um romântico sozinho e escondido, um intelectual q também deixa amostra certa possibilidade de deixar esse lado intelectual de lado.