Música em destaque

Sonhador

Sonhador

Alan

Alan N Rima

Sou sonhador perverso, levanto meu ego, sucesso
Para o inimigo eu não me entrego, rimo os meus versos e sossego
Num canto calado e pensativo (Sozinho)
Tentando entender o mundo em desalinho (Sinistro)
Eu entro no meu mundo proibido, proibido
Tentando vencer o cárcere da depressão, oração é preciso muita oração
Ser resistente pra vida, cabeça erguida, para os sonhos não ser em vão
Eu li a poesia da desgraça do sonhador, sonhador
Que sofre com o mundo que ele criou
Devaneios anseios, momentos infelizes
Mas mesmo assim pra vida ainda resiste
O sonhador muitas vezes é imprevisível
Uma vez muito alegre, outra vez muito triste
As vezes rude (incuto)
Num outro momento incompreensivo se fecha pra vida social não discute
Quanto vale os seus sonho? será que você sabe amar, odiar
Atender aquilo pelo que o seu coração anseia
Será que você sabe aprender com os seus fracassos amargurado
Sonhador, sonhador

1,2 teste som, eu vou mandando o som
Eu sinto as batidas frequências do meu coração, emoção, reflexão
O garoto fez moinho de vento giro de cabeça aprendeu a rolar no chão
É o hip hop que mancou a sua vida
Mas um sonhador nessa vida sofrida
Aprendeu a dar os seus passos no compasso
Espero que pra vida ele também possa fazer um arregaço
Vejo o mundão, decepção A mocidade desunião
As vezes eu rezo 3 Ave Maria
Pra preencher o sofrido da vida vazia
Meu pai e minha mãe que me criou
Me fez pra vida compositor
Só você tem o segredo para me fazer feliz
Me enlouqueça não deixa eu ser um infeliz
Eu sei que eu sou um pecador personificado
Uma tragédia misteriosa fica do meu lado
Tenho os meus sentimentos, me entende?
Hoje eu enxergo a beleza humana de uma forma muito diferente

Refrão
E nessa longa estrada da vida eu sou mais um sonhador
Mais um pecador, mais um rimador, firmo
Que canta a canção, organiza o refrão
Que anda de cabeça erguida e mantem os pés no chão

Músicas mais acessadas

Álbuns e Singles/EPs  (2)

Fotos (4)

Clipes (2)

Release

Alan Na Rima sempre foi ligado a cultura, conheceu cedo a música com seu pai que escutava fitas cassetes ao som de Zeca Pagodinho, Tim Maia e Bezerra da Silva.
Aprendeu a tocar berimbau, um pouco mais tarde conheceu a música Rap onde se aprofundou conhecendo grupos importantes nacionais e internacionais tais como Consciência Humana, Racionais MC's, Filosofia de Rua, RZO, Visão de Rua, Do or Die, Bone Thugs, Crucial Conflict, Mo Thugs, 2Pac, Fugees entre outros.
Ao decorrer dos anos passou a pesquisar sobre sambistas e grupos que influenciaram na aprendizagem do cavaquinho. Alan Na Rima ouve também Soul Funk, Blues, MPB, R&B e outros estilos musicais.