Baita pinto

Agnaldo, Pinhá

Sou criador de galinha, conhecido lá na região
Resolvi fazer cruza dos bichos, pra aumentar a minha produção
Eu cruzei o meu baita avestruz,com o meu galo vermelhão
Quando descascou-se o ovo, deu um baita susto no povo
E nasceu um baita pintão

Refrão
Mais que baita pinto que baita pintão
Vou levar esse pinto pra exposição
Lhe garanto parceiro vai ser campeão
Parará, parará, parará, parará, parará (2x)

Na capital de são paulo, no parque da água branca
Esse pinto foi um sucesso, que eu fiquei botando banca
Aí que chegou um fazendeiro, lá da cidade de franca
Me disse esse pinto é um estouro
Dou por ele uma tropa de touro
E mais vinte e cinco potrancas

Refrão

Eu que não vendo esse pinto, nem a preço de ouro
As ofertas que eu tenho por ele eu tomo por desaforo
Levo esse pinto puxado na chincha do pingo mouro
No lugar que eu vou passando, o povo fica comentando
Todo mundo gritando em coro

Refrão

Tem dois metros de pescoço, as esporas tem um palmo e meio
Tiro foto para os jornais, de frente e de revesgueio
Em pelotas ganhou uma medalha, e outra na feira de esteio
Ele fez muitas andanças, no pesar quebrou todas balanças
Setecentos quilos e meio

Refrão

Ando meio preocupado e vou explicar o porque
Me deito na cama e não durmo, veja só o que pode acontecer
Por enquanto ele ainda é pintinho, esse pinto um dia vai crescer
Aí que me da um estalo, no dia que esse pinto for galo
As galinhas pedem pra morrer

Músicas mais acessadas

Fotos (1)

Release

A melhor Dupla Sertaneja de Bragança Paulista/SP e Região !!!