Magnético

Adolpho Guiroto

Teu olhar me laça e me atrai
Me faz cair de joelhos e pedir mais
O teu corpo em sincronia com o meu
Nosso toque é supernova, é supernova baby

O teu cheiro vem me assombrar
Sabe exatamente onde me achar
O teu corpo em sincronia com o meu
Nosso toque é supernova, é supernova baby!

Então faz desse jeito que só você sabe
Me ensina o caminho, me guia, me invade
Me lembra o porque de ter só você
Só você

Você é magnético, boy!
Nem adianta tentar
Você se aproxima e tudo em mim implora
Você
Você é magnético, boy!
Nem adianta tentar
Você se aproxima e tudo em mim implora
Você

Você é magnético boy

Eu até tento evitar
Imploro que me liberte, me deixe em paz
Você sorri e então eu volto atrás
Nosso toque é supernova, é supernova baby!

Então faz desse jeito que só você sabe
Me ensina o caminho, me guia, me invade
Me lembra o porque de ter só você
Só você

Você é magnético, boy!
Nem adianta tentar
Você se aproxima e tudo em mim implora
Você
Você é magnético, boy!
Nem adianta tentar
Você se aproxima e tudo em mim implora
Você

Se afaste
Se afaste, deixe eu ir
Se afaste, deixe eu ir

Músicas mais acessadas

Álbuns e Singles/EPs  (2)

Fotos (48)

Clipes (3)

Release

Adolpho canta desde os 15 anos na noite e mais recentemente vem trabalhando num projeto autoral solo. Foi integrante durante mais de 3 anos na banda SOS '96 - sucesso de acessos no PalcoMP3 e continua vocalista da banda Kako de Telha performando em variados eventos na região paranaense. Bota sua voz pra fora pra cantar qualquer coisa que sinta em forma de música. Suas composições refletem as ânsias de uma geração jovem que se sente deslocada em busca de um lugar pra si no mundo. Músicas como "Dias de Cão", "Fracasso", "Penumbra" refletem diretamente as ansiedades de uma mente caótica que traduz a dor em melodia.