Pobre Mangue

Paulo Malária

Mande uma carta para mim de onde estiver
E pergunte se algo mudou
Eu lhe direi: - Lembra o Mangue? Pois é
Lá não tem nada
Não tem nada
Tudo acabou

Pobre Mangue
Pobre Mangue
Pobre Mangue
Pobre Mangue

Mande uma carta registrada, por favor
Porque senão o correio vai dizer que extraviou
E se esquecer de perguntar “o nosso Mangue, como está?”
Não tem nada
Mas tudo acabou

Pobre Mangue
Pobre Mangue
Pobre Mangue
Pobre Mangue

E eu queria ter a Zona só pra mim
Todas elas vestidas de azul
E eu armado caminhava tão feliz
A cada passo um abraço de uma nova meretriz

Yeeh, Pobre Mangue
Pobre Mangue (wah, haw)
Pobre Mangue
Yeeeh
Yeee-heh

Músicas mais acessadas

Álbuns e Singles/EPs  (5)

Fotos (13)

Clipes (46)

Release

"NINGUÉM PEDIU" é o novo CD do ACIDENTE.

A banda foi formada em 1978 e desde então jamais encontrou seu estilo, sempre se reciclando. No início dos anos 80, o Acidente foi um pioneiro do BRock, lançando três discos de rock básico, blues e similares. A partir de 1989, mudanças radicais levaram a um novo Aça instrumental, de inspiração progressiva.

Com três décadas e meia de existência a banda é uma referência do underground carioca com uma trajetória sem deixar de nunca fazer sucesso.

Agora com o CD "NINGUÉM PEDIU", o ACIDENTE continua mergulhado nas águas lamacentas do Rock, com 25 composições inéditas e uma regravação.

Mais uma vez, o novo álbum conta com as letras fortes e irônicas de Paulo Malária em contraste com as faixas compostas por Helio ...

Continuar lendo>>