Flores e espinhos

Rita de cassia

Flores e Espinhos

Quando nós nos conhecemos
Era como um sonho, juntos
Tudo era tão bom
O amor surgiu em nós

E fomos nesta caminhada
De amor, numa jornada
Nada importava,
Se eu tinha só você

Qualquer distância que existia
Você voltava pra me ver
Fazia o que podia,
Só pra me ver feliz

E o tempo foi passando,
Fomos nos acomodando
E tudo aos poucos foi mudando entre nós

Se transformou em espinhos
As flores que existiam
Você buscava em outros braços, novas paixões

Vieram às brigas, veio noite, solidão
Como aceitar que você tinha outra paixão
Então lutei por esse amor
Eu sabia que era eu que você amava..........

::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::

Rita de Cássia - A Musa do Forró

www.musaritadecassia.weblogger.terra.com.br
www.ritadecassia.palcomp3.com.br

Músicas mais acessadas

Fotos (16)

Release

Considerada a maior compositora de forró do Brasil, a penúltima filha dos doze que dona Maria Oliveira teve com o agricultor Francisco Flor dos Reis. Rita de Cássia Oliveira dos Reis vem conquistando a cada dia um grande público graças ao principal objetivo em suas composições que é trazer para o ritmo do forró um nova linguagem.

Começou a compor bem cedo, só que guardava tudo em cadernos só para ela, pois não tinha coragem de mostrar a ninguém. Quando terminou o 2° grau seu irmão Redondo a convidou para ser cantora da Banda Som do Norte.

Mesmo sem aprovação dos pais, ingressou em seu sonho de cantar e ser uma grande compositora com o tempo ela os fez mudar de idéia.

1992, a cantora Eliane grava Brilho da Lua ...

Continuar lendo>>