Um Homem De Bombacha Também Chora

Paulinho Mocelin e Jairinho Delgado

Éh, eu tô bebendo, tô virado faz três dias
Ando perdido tô sofrendo a reviria
Eu não sabia o tanto que você iria fazer falta lá no rancho

Éh, até os cavalos pressentindo alguma ausência
Falta teu cheiro, teu sorriso, tu essência
Falta você mateando na porta do rancho
Fim de tarde só encontro a solidão

O cusco sente, as flores murcham, o campo sofre
E o coração do gauchão

Chorou o laçador, sofreu o domador
Um homem de bombacha também chora
Já de cabeça tonta eu já perdi a conta
De tanta pinga que eu já bebi pra te esquecer

Pois dentro aqui desta bombacha existe um homem
Que apenas sobrevive
Mas não vive longe de você

Músicas mais acessadas

Álbuns e Singles/EPs  (2)

Fotos (86)

Clipes (10)

Release

Natural de Ponta Grossa-PR, Paulinho Mocelin, aos sete ganhou de seu pai uma gaita de oito baixos, onde já começou a criar suas primeiras melodias. Oriundo de uma região rural, a música gaúcha e sertaneja moldaram seu caráter musical.
Paulinho é gaiteiro, cantor, compositor, arranjador e produtor musical, tendo trabalhos de destaque no cenário da música do sul.
Tudo isso fez com que se tornasse um músico conhecido e respeitado no Sul do País, seu jeito humilde e carismático, conquista amigos por onde passa.
Neste novo projeto, ele leva aos palcos um pouco do que vive no seu dia a dia.