Marc OzCarta pra ela16.881 plays
Publicidadeiniciando próxima música em Pular anúncio
Publicidade
Publicidade
pular anúncio
1 / 12

Contrate

Vicente Júnior; Igor Maia

(31) 99304-6936 | (31) 3592-0013

Carta pra ela

Marcos Vinícius; Vicente Júnior; Igor Fernandes

Moça, me deixe entrar
Apertei os passos pra te alcançar, e te notar, de longe fitar cada detalhe seu
Me dê abrigo, posso ser amigo
Por hora, amante, posso ser saudade
Outrora desgaste, mas que meu alarde te faça acordar, e me receber

Aaaah deixa me hospedar
Durmo no sofá, faço seu café
Aaaah me deixe entrar
Durmo na sua cama, faço cafuné
Posso ser amigo, eterno fugitivo
Desse amor que invade, beijo de saudade
Reage ao imprevisto, imprevisível vício
Desse amor bandido, cheio de bondade

Moça, se eu te der um canto
Tu me deixa em pranto, ou em completo encanto
Veio de passagem, ou esse canto é tanto quanto algo pra durar
Mais que um dito, mais que um mero mito
Mais que um amigo, eu vim pra ficar
Te fazer meu plano, sem ter nenhum dano
Sem receio de me acomodar

Aaaah deixa me hospedar
Durmo no sofá, faço seu café
Aaaah me deixe entrar
Durmo na sua cama, faço cafuné
Posso ser amigo, eterno fugitivo
Desse amor que invade, beijo de saudade
Reage ao imprevisto, imprevisível vício
Desse amor bandido, cheio de bondade

Músicas mais acessadas

Fotos (17)

Clipes (1)

Release

"Se vista de arte.
Transmita cada sentimento onde houver sentido sentir.
Dispa-se do velho, outrora é Primavera e progredir é preciso.
Ser de dentro pra fora, conhecer e aflorar o seu eu mais profundo. Onde não exista máscaras ou medo do mutável.
Buscamos pontes que elevem a todos a mais sublime casa, que a paz faça morada, e que o amor seja anfitrião.
Que seja mútuo o intuito de unir, partilhar e se permitir.
Somos um corpo em eterno movimento e aprendizado.
Somos todos evolução.
De alma limpa, o espírito leve e de coração aberto, nos mostramos ao mundo!"