Contrate

Yan Belém

(91) 3259-6915 | (91) 8032-6590

2 - Amazônia Sons Ao Vivo In Rio Guamá - Baú

Vanessa Da Mata

Sabe de uma coisa Seu,
Vou lhe jogar no meu baú,
Vivo e mágico,
Com as coisas boas que tem lá,

Os meus desenhos herméticos
As palavras de Da Lai Lama
Quem sabe você adora
Quem sabe se transformará

Meu bauzinho de memória
Os meus livrinhos de receita
Quem sabe se sensibiliza
Quem sabe se transformará

Vamos seguindo acordando cedo
Você só reclama não age
Você fica dormindo à tarde
E tudo vai dando nos nervos
Vamos seguindo acordando cedo
Você só reclama não age
Você fica dormindo à tarde

Sabe de uma coisa Seu
Vou lhe jogar no meu baú
Vivo e mágico
Com as coisas boas que tem lá

Os meus desenhos herméticos
As palavras de Da Lai Lama
Quem sabe você adora
Quem sabe se transformará

Meu bauzinho de memória
Os meus livrinhos de receita
Quem sabe se sensibiliza
Quem sabe se transformará

Vamos seguindo acordando cedo
Você só reclama não age
Você fica dormindo à tarde
E tudo vai dando nos nervos
Vamos seguindo acordando cedo
Você só reclama não age
Você fica dormindo à tarde
E tudo vai dando nos nervos

Não corre atrás das suas coisas
Vive aqui choramingando
Todos já foram embora
Você só sabe reclamar

A voz doce de João
Amansará sua revolta
A comida de Dona Vantina
Quem sabe se transformará

Rancoroso com raiva de tudo
Do fulano com seu carro novo
Não vê que ele trabalhou muito
Você pode se esforçar

Pois vamos seguindo acordando cedo
Você só reclama não age
Você fica dormindo à tarde
E tudo vai dando nos nervos

Músicas mais acessadas

Fotos (18)

Release

Amazônia Sons
Criado em 2010, o grupo Amazônia Sons vem desenvolvendo um trabalho de expansão da cultura e dos tambores amazônicos através da musica na escola e se apresentando no estado do Pará, usando arranjos atuais em musicas que representam muito a cultura brasileira usando os tambores amazônicos.
O repertorio é criado a partir de pesquisas e estudos sobre cultura popular brasileira do musico Yan Santos, com auxílio de: Dayvid Campos, Junior Dusik, Leandro Fonseca, alem de outros músicos, que contribuem para a criação dos arranjos atuais, para musicas que vão de Mestre Verequete a Jackson do Pandeiro, explorando a cultura brasileira do norte ao nordeste, reproduzindo os ritmos nos tambores amazônicos.
Em 2011, o grupo se apresentou em vários pontos culturais de Belém e músicos do grupo ministraram oficina ...

Continuar lendo>>