Babilônia

3 Um Só ft. Wlad Borges

Bem vindo à minha babilônia
Minha quebrada, meu amor, meu ódio, minha vida
Meu labirinto das tretas das fugas sem saída
É natural os molequin traficar na esquina
Por que que eu tô aqui, quantas pessoas queria
Minha babilonia meu mundo singelo paralelo
Minha clausura de frente, o juiz com seu martelo
Minha arrogância quando eu tô de paletó e terno
Minha fraqueza, minha droga, meu cobertor, meu teto
A depressão que vem e toma conta do meu cérebro
O mundo inteiro se mostrando totalmente inverso
O que seria bom e o que seria certo
Tá tudo ao contrario, eu me recuso a dizer que não presto
Quando o critério for ter que matar pra não morrer
Eu juro, vou atirar, sinto mais dor do que você
Não vou me arrepender, quantos morreram com medo?
Cê tava pronto pra guerra, só que morreu primeiro

Viver onde os homens trai
Próprio sonho sem amor
Atitude não te faz
Melhor naquilo que sonhou
Viver onde os homens trai
Próprio sonho sem amor
Atitude não te faz
Melhor naquilo que sonhou

Você me disse que meu som é foda
Vem todo cheio de firula e tapinha nas costas
Quer me agradar, não precisa babar nas minhas bolas
Só precisa ser verdadeiro, treina, talvez cola
Minha babilônia, meu mundo de mil caras e cores
De verdadeiros e falsos, espinhos e flores
Eu tive medo de não suportar as dores
A cada tombo que levo eu me pergunto qual é os meu valores
Se o mundo inteiro fosse como eu queria aos doze
Poder brincar de peteca, pique pega, esconde
Minha babilônia fosse feita de brinquedo e doce
Toda criança tem seu sonho, eu tenho os meus pudores
Gandhi, Ernesto, eu tive sonhos, só que o oposto
Me dopei, me armei, se objetivo eu tô morto
Acho que dessa vez, pra me levantar de novo
Não depende de mim, eu tô precisando de apoio
Porra, você não sente quando eu tô pra baixo
Esse é o grito socorro de quem sofre calado
Dos viciado que queima sua vida no cachimbo
Do jogador, o fumante, o alcoólatra depressivo

Viver onde os homens trai
Próprio sonho sem amor
Atitude não te faz
Melhor naquilo que sonhou
Viver onde os homens trai
Próprio sonho sem amor
Atitude não te faz
Melhor naquilo que sonhou

Fumaça pro céu, um brinde pra vocês, amigo
Na babilônia de honda, astra hatch, stilo
De volta porque quem sonha continua vivo
Eu tava fodido, me desculpa quem sofreu comigo
Meu kamikaze tá aqui, vários bico mordido
Só que situação, quantos que estão no perigo?
De trateque e cachimbo, fuzil fode os bandido
Quantos amigo foi? Vários continua vivo
Não vai de embalo porque o bom aqui é o dinheiro
Não vá catar porque sinto que o bagúi tá tenso
O memo gelo que deu quando invadimo o bradesco
Só que essa fita tá dada, ninguém segura memo
Esse é o mundo que eu vivo, minha babilônia, minha lona
Eu vou seguindo o caminho, sem futuro, sem honra
Em meio às ondas que com o tempo vai furando as rochas
Vou lapidando o meu, fazendo um troco na roda
No melhor lugar, cê imagina como agora
Em quanto tempo vai? Alguns ri, outro chora
Minha babilônia de mil caras e putas seminua
Dos bang loco, né, da vida que eu levo na rua

Viver onde os homens trai
Próprio sonho sem amor
Atitude não te faz
Melhor naquilo que sonhou
Viver onde os homens trai
Próprio sonho sem amor
Atitude não te faz
Melhor naquilo que sonhou

Músicas mais acessadas

Álbuns e Singles/EPs  (5)

Fotos (9)

Clipes (13)

Release

Gravidade Zero - 2015
Um Drink, um Trago - 2014
Talibã - 2012
Justo pelo Justo - 2008