Contrate

A rua me ensinou

3 Um Só

A parada é quente ó, o bagui ta loco demoro no esquema tatico olha os boy subindo o morro e se chamar de brother já sabe o que tu vai ganhar, pega essa parada e desce o morro, e se caguetar vai comer feijão engolir sem mastigar no artigo da favela se pegou tem que pagar afeto suburbano do mendigo do marginal também é guiado a Deus a força espiritual, e seja onde for o crime é foda jhow pivete entra na onda só pra ganhar respeito nem sabe ele que o crime é cauteloso ele tem redia curta e tem que saber jogar o jogo muitos embalo eu já vi cai, o crime é foda muito pivete embala no cromado da pistola, dentro da jaula os irmãos já começa a bolar o plano seguinte (e o de menor onde que vai ficar). Bota o Fuzil nas suas costa, manda ele sai pra rua espera dois minutos e veja o rombo que ele vai causar.

(Refrão) (2x)
Hei o jhow a rua me ensinou a ver que o crime não é bom, não é e não me convem correr dos homem eu sou sujeito homem.

Como deu pra vê jhow o bagui ta loco daqui já da pra vê os policia sobe o morro veio tentar catar, mata o inimigo não entendera o que dizia o coração bandido mais que nada bandido bom aqui não deixa falhas sustenta que resolve mais não leva pra quebrada só então não esquenta que aqui ninguém atravessa os boca de bascúi que se acha é mó comedia, ó sai de mim zica o que cê que no meio não vai ficar achando que eu vou ficar surpreso daqui já da pra ver então olha meu respeito nascido e criado ai ele surgiu do gueto, sempre pelo certo que os loco bota fé, se desviar da linha não fica jhow em pé como se quiser não e o que nóis quer é, é só fazer por onde que cê vai ter um qualquer Zé. Ó só acreditar que o seu vem, só no silencio da noite o refém, então eu só lamento o serviço já ta feito só quero minha cota pela família no beco.

(Refrão) (2x)
Hei o jhow a rua me ensinou a ver que o crime não é bom, não é e não me convem correr dos homem eu sou sujeito homem.

Então entende se pa se usa a mente que só loco que sente o medo bem na sua frente quando enquadra o banco e os policia aparece mais a lei sou eu que faço em tão dispara e quebra a tese e segue (o trajeto que você trilha) confere (o que a escola aqui não quis te dar) sem teste (o crime te mostra por onde andar, é fácil agora mais difícil vai ficar) não to nem ai pelo que vem no futuro, se vou morrer eu vou ficar atrás de um grande muro, vivo o presente do passado só lembranças na rua descobri o meu sonho de infância, duas 357 na cinta do pivete pronto pro enquadro pra mete 157 que na fé loco quem faz aqui sabe qual é, saber correr na fita que cê vai fazer, dar mole pelos maluco não é permitido se fita é bem feita pode ate ser promovido, sorriso vem logo após o que você queria o distintivo de bandido mais o que cê não sabia é que, se desandar pisar em falso sobe aqui sempre tem um pra financiar sua morte e vários moleques seduzidos pelo crime aguardam sua vaga pra poder entrar no time.

(Refrão) (4x)
Hei o jhow a rua me ensinou a ver que o crime não é bom, não é e não me convem correr dos homem eu sou sujeito homem.

Músicas mais acessadas

Fotos (7)

Clipes (13)

Release

Gravidade Zero - 2015
Um Drink, um Trago - 2014
Talibã - 2012
Justo pelo Justo - 2008